volverdicas de compras e poupanca

Comprar em bom português

Partilhar no:

facebooktwittergooglepluslinkedinmail

Os slogans que apregoam a qualidade dos produtos portugueses não são novos, mas ganham agora novo fôlego e novo impacto. Com a economia nacional fragilizada pela pandemia, renova-se a importância de comprar local. Não é apenas uma questão de nacionalismo ou de necessidade. A produção nacional já se provou inúmeras vezes de qualidade ímpar, com reconhecimento internacional, pelo que estamos apenas a fazer um investimento com dupla vantagem: para nós e para o país. Do dia a dia à excecionalidade das férias, é possível viver em bom português.

Sabor e qualidade

A estratégia dos hipermercados e supermercados tem passado muito por investir cada vez mais em alimentos made in Portugal, mas a oferta não é exclusivamente nacional. Uma forma simples de ajudar os produtores nacionais é, quando vamos às compras, procurar por produtos nacionais. Se todos conhecemos o fabuloso sabor da laranja do Algarve ou da cereja do Fundão, porque não escolher esses produtos? O preço poderá ser ligeiramente mais alto do que os importados, mas compensa também pela qualidade e pelos reduzidos processos de conservação e transporte.

Ainda nas compras, há outros produtos aos quais não costumamos prestar tanta atenção, ainda que valha a pena fazê-lo: do azeite à carne, do peixe aos laticínios, há marcas portuguesas envolvidas em todas as fases do processo que valem a pena apoiar.

Cultura sem legendas

2020 é o ano em que a palavra “cancelado” passou de exceção a regra. Desde março que os palcos ficaram vazios, os festivais de música adiados para o ano que vem, os atores, os cantores, os músicos e toda a indústria do espetáculo ficou em standby. O regresso, esse, fica também muito condicionado pelas normas de distanciamento social. Se, em estado de emergência, foram os artistas a fazer-nos companhia nas longas noites de confinamento, agora está na altura de retribuir o tanto que nos deram. Está na altura de deixar de olhar para as datas dos artistas internacionais – que voltarão, com certeza – e apostar no melhor que se faz em Portugal com portugueses. Teatro, música, stand-up… as opções começam (finalmente!) a multiplicar-se. O difícil vai ser mesmo escolher!

Decoração com cunho nacional

Nos últimos anos, as lojas internacionais de móveis e decoração invadiram o país e as casas dos portugueses. Redecorar tornou-se mais barato e mais fácil, mas ao mesmo tempo perdeu-se o toque de personalidade, o cunho pessoal que cada casa merece ter. Passámos todos a ter móveis idênticos, das mesmas cores e formatos. Se há uma divisão que já anda a pedir uma remodelação, procurar móveis feitos em Portugal pode devolver o quê de único que se foi perdendo! Não é à toa que Paços de Ferreira é capital do móvel, com vários produtores. Mesmo que escolhas apenas uma peça nacional, como um aparador, vais dar o toque final distinto e vais estar a ajudar a indústria nacional.

Uma casta portuguesa, com certeza

O vinho português tem dado provas da sua qualidade. De norte a sul do país, a localização das castas, a sua exposição ao sol e os cuidados que cada vinicultor dá às suas videiras faz com que um país tão pequeno tenha vinhos de tão distintos sabores e intensidades. Dos clássicos vinhos verdes ou maduros até aos mais arrojados rosés, do Minho ao Douro ou Alentejo, há muito para provar e aprovar no que à arte vinícola diz respeito. E, claro, não nos podemos esquecer do mundialmente famoso vinho do Porto, que é sempre um bom investimento para ter como aperitivo ou para oferecer como presente!

Cortiça, um tesouro multifacetado

É indissociável da rolha e é um dos produtos mais tipicamente portugueses, produzido da casca do sobreiro. Mas nos últimos anos a cortiça tem-se provado como material multifacetado, tornando-se material de decoração, de peças de mobiliário, de acessórios do dia a dia…É um material distinto e arrojado que, por isso, faz as delícias dos turistas. Porque não, na próxima compra, investir num acessório com cunho nacional? É uma forma de se distinguir de todas as outras pessoas e de mostrar que também há muita qualidade e originalidade no nosso país! E, claro, quando precisares de um presente para alguém, procura lojas cujo tema seja mesmo a cortiça! Encontras produtos para todos os gostos e garantes um presente original que ajuda a economia nacional!

Um país para explorar

Consumir e comprar nem sempre se resume a produtos. As experiências, as viagens e as estadias são também uma forma de apoiar Portugal, não descurando o tão merecido descanso! Num ano em que as férias para o estrangeiro estão condicionadas, é hora de aproveitar para conhecer os cantos e recantos de Portugal! O selo Clean & Save, criado pelo Turismo de Portugal, assegura quais os espaços que cumprem todas as normas e recomendações para evitar a contaminação por Covid-19. Se és WiZinker, antes de comprar bom português, confere os possíveis descontos e vantagens que o WiZink Extra te oferece em destinos bem portugueses!

Comprar é fácil, agora só tens de repensar a tua forma de olhar para os produtos e começar a comprar em bom português!

 

Textos, Edição e Revisão: Cofina Media, S.A | Imagens: Cofina Media, GettyImages e iStock Photos

E tu, és WiZinker?

E tu, és WiZinker?

No GPS Financeiro partilhamos as coordenadas para as melhores decisões financeiras, para tirares o melhor partido da utilização do teu cartão de crédito e desfrutares o mais possível.

Segue-nos em

Facebook YouTube