volverdicas de compras e poupanca

Como conseguir um extra ao ordenado

Partilhar no:

facebooktwittergooglepluslinkedinmail

Viagens, um carro, um novo gadget ou um eletrodoméstico que faz mesmo falta para a casa. Em meia dúzia de minutos, qualquer pessoa conseguiria fazer a sua lista de desejos se o ordenado esticasse. Mas, depois, vem a realidade, os gastos fixos e a poupança que tentamos fazer – muitos meses a custo – e as surpresas com gastos inesperados. No final de cada mês, já se contam os dias para o ordenado chegar à conta e adiam-se todos os sonhos e todas as wishlists. “Fica para depois.”

A realidade do ordenado até pode ser incontornável, a promoção pode não estar ao virar da esquina, mas há estratégias para aumentar o valor disponível. Deixamos três ideias e respetivas dicas que podem ajudar.

Destralhar tem vantagens!

Abrir e arrumar os armários pode revelar-se uma mina de ouro. Da moldura oferecida no amigo secreto, e que nunca teve espaço na decoração, até à roupa que deixou de ver a luz do dia, há dinheiro em forma material em todos os armários.

DICA: Quanto mais vintage for o produto, mais hipóteses terá de ganhar uma nova vida. Gadgets antigos, roupas típicas de determinada década e móveis icónicos – como cadeirões floridos – valem “pequenas fortunas”. Discos, cassetes, DVD ou livros também são peças muito apreciadas.

Podes optar por vender os artigos em feiras em segunda mão – há várias, espalhadas pelo país – ou optar por criar uma página nas redes sociais na qual vais partilhando os “achados”. Afinal, amigo conhece amigo, e as partilhas na rede de contactos ajudarão a dar frutos. Plataformas exclusivas de vendas também podem e devem ser uma opção!
Madrid, Spain - June 9, 2018: Engine Market (Mercado de Motores) at Madrid Railway Museum. Flea market for designers and vintage stands

Compras impulsivas vêm com um custo extra

O princípio aplica-se à alimentação, ao vestuário, à compra de produtos para a casa e mesmo a experiências, como viagens, hotéis ou restaurantes. DICA 1: O truque aqui passa por fazer uma busca intensiva daquilo que precisas, em vez de te contentares com a primeira opção disponível e comprar com ponderação. Nas compras de alimentação, até é compreensível que escolhas o mais cómodo para pequenas compras, mas nos outros gastos, que não são precisos no imediato, respirar e pensar pode trazer dinheiro.

Por exemplo: o mesmo produto, da mesma marca, pode ter valores distintos em diferentes lojas. Uma pesquisa na Internet ou mesmo uma visita às várias lojas antes de investir pode ajudar a amealhar uma boa quantidade. Para perceber o impacto, arrisca pôr a diferença, entre o que irias pagar e o que efetivamente pagaste, de lado.

Sugestões:

  1. Utilização de talões de desconto ou promoções. Mas tem em atenção as datas – que estão normalmente em letras mais pequenas – e não te deixes levar pelo impulso de comprar só por estar mais barato. O objetivo é aproveitares-te das promoções, e não que as promoções se aproveitem de ti!
  2. Os clientes Wizink podem consultar sempre o WiZink Extra, com vantagens no campo dos descontos: há vários parceiros permanentes, em áreas como beleza, tecnologia ou lazer, que podem ajudar a poupar algumas dezenas de euros!
  3. Outra opção é procurar nos mesmos sites em que os poderias vender! Há verdadeiros achados nestes sítios, de produtos com pouca ou nenhuma utilização (novos!) e que, simplesmente, não servem a quem os tem!

Various angles of a Saint Bernard Puppy

Talentos escondidos? Podem valer dinheiro!

Para quem tem algum tempo disponível, há talentos e tarefas que podem ser a solução para um extra ao final de cada mês. Nas grandes cidades, os serviços de transporte de passageiros estão cada vez mais democratizados. Com carta de condução, simpatia e um carro relativamente recente, podes ocupar as horas vagas a conhecer as ruas da cidade, enquanto lucras com isso!

Se és um talento nato com as crianças, fazer babysitting para amigos e conhecidos também é uma opção. Para os amantes dos animais, os serviços de petsitting são bem pagos e não exigem muito esforço de quem os faz.

DICA: se há alguma coisa que saibas fazer bem, gostes e pela qual és muito elogiado, podes tentar fazer dinheiro. Por exemplo: bijuteria e acessórios DYI, arrumações tão metódicas que poderiam sair em revistas, ou sobremesas que podiam ir a concurso? Um micro-site online para dar a conhecer o negócio e voilá! Mais dinheiro na conta!

 

Textos, Edição e Revisão: Cofina Media, S.A | Imagens: Cofina Media, GettyImages e iStock Photos

 

E tu, és WiZinker?

E tu, és WiZinker?

No GPS Financeiro partilhamos as coordenadas para as melhores decisões financeiras, para tirares o melhor partido da utilização do teu cartão de crédito e desfrutares o mais possível.

Segue-nos em

Facebook YouTube